Seguidores

sábado, 25 de fevereiro de 2017

PERSEVERANÇA, DETERMINAÇÃO E CONFIANÇA EM DEUS.


Você já passou muitos apuros na vida? E por acaso, você já teve alguém que ama muito numa situação difícil?
Me refiro uma doença, na qual você jamais imaginou, infelizmente eu passei com três sobrinhos, primeiro foi o Fabio, ele nasceu com síndrome de Down e leucemia, o mesmo morreu com apenas dois anos.
Apesar de não o ter conhecido pessoalmente, eu sofri muito pelo o meu irmão e cunhada, meu irmão mora no Recife.
Anos depois, foi a vez de uma sobrinha linda, e cheia de vida, Eduarda, na época tinha dez anos, estávamos sempre em contato, com ela foi uma bactéria da meningite tipo c, graças a Deus, depois de uns oito meses internada, e uns seis meses em casa, ela se recuperou, teve algumas sequelas, mas o mais importante, a cabeça não foi atingida, ficaram só marcas pelo corpo, e hoje além de linda, ela e muito esperta e inteligente, Duda, mora em Guarulhos (SP)
Depois outro grande susto, outro sobrinho com treze anos, Tadeu, ele teve leucemia, e apesar de tê-lo visto pouco, eu sofri muito, graças a Deus, hoje está curado, apesar de ter que ficar sempre fazendo check-up, ele mora no Recife e é filho da minha irmã.
E a um ano atrás, estamos vivendo tudo de novo, agora com alguém muito especial e próxima, e apesar de ser só uma vizinha, eu a vi nascer, crescer, e se tornar mulher.
 Na verdade, eu junto com sua mãe a criamos, e por sua mãe trabalhar em casa, por amor, a Ariadne, ela vivia mais na minha casa.
Eu sempre a vi, e vejo como uma filha de coração, Ariadne, está com câncer nos ossos, o mais engraçado, é ela, quem está nos dando força e nos conformando.
Ariadne para todos nós, é uma menina de fé, força, luz, amor e esperança, e apesar dos médicos dizer o contrário, ela é confiante, perseverante, e o melhor, ama, acredita e confia em Deus, e na sua cura, ela tem apenas vinte anos.
Desde que diagnosticaram sua doença, ela nunca perdeu a fé e nem entrou em pânico, brinca, conta piadas, e até apelidos para seus tumores ela colocou.
Da cintura pra baixo, ela não sente nada, tem escaras nas costas, e faz xixi pela sonda, os cabelos há os cabelos!
Esses já caíram, nasceram e mais uma vez caiu novamente, e tudo por conta da quimioterapia, ela está bem magrinha, antes eu chamava de ET, agora é minha linda caveirinha de São Geraldo.
Rimos brincamos, fofocamos e nunca chegamos em sua casa triste ou desanimada, e se alguém a vê e fica triste, ela não gosta e diz.
Gente! Eu estou viva e vou sair dessa situação, Deus está comigo, e Deus já me falou, que eu tenho muito ainda para viver e aprender.
Ariadne é otimista, feliz e ama viver, eu tenho certeza, que papai do céu vai fazê-la andar, correr e viver com a mesma alegria e determinação, e agora mais focada nos seus objetivos.
Eu meus filhos, meu neto, minha nora a amamos tanto, e os seus pais então! A sua mãe se tornou sua enfermeira, seu anjo d´guarda, seu porto seguro, suas pernas, braços, seu pai, esse também está sempre ao seu lado, pronto para auxiliar em tudo, os dois não desgrudam dela e muitas vezes a noite, eles ficam velando seu sono.
E ainda existe alguém muito especial para ela, que apesar de nada entender, está sempre querendo carinho, afeto e mimo, e muitas vezes chama Ariadne para brincar, me refiro ao seu filho Adrian que acabou de fazer seis anos.
Bom meus amigos, rezem, orem, façam pensamentos positivos, e com ajuda de Deus, e a força da nossa Guerreira Ariadne, logo, logo, escreverei mais um capítulo da vida da nossa Guerreia, e obvio serão notícias ótimas.
Tanto sua mãe Juvelina, quanto seu pai Osmando, eles têm uma família imensa, e estão todos ao seu lado, como seu irmão Alisson, e sua
esposa Jessica, morramos todos em Santa Barbara D’Oestes. (SP)


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira. 

Nenhum comentário: