Seguidores

sábado, 7 de outubro de 2017

PROGRESSO OU ...


Estive no nordeste, há! no estado de Pernambuco, eu fiquei na cidade em que nasci um mês e quinze dias, foi tudo maravilhoso, Itapetim, a cidade é linda, a mesma fica no sertão.
Além de linda é limpa e muito organizada, mas a segurança tem muito a desejar, jamais imaginei presenciar um assalto em Itapetim em plana luz do dia, e ainda com tiros e um assassinato.
Eu sei que a violência tomou conta de tudo, mas jamais imaginei ver isso numa cidade que era tão calma e que dormíamos praticamente com portas abertas.
Foi muito triste ver tanta dor e sofrimento, anos atrás existia tanta paz e alegria, o nosso divertimento era as praças, os bailes, ou alguma festinha final de semana, e os namoros?
 Santa ingenuidade, era sentados no banco da praça na maior inocência, hoje, eu me pergunto, onde escondem-se os adolescentes e jovens daquela bela cidade que um dia foi cenário de tantos risos e alegria.
 A noite as praças mais parecem um diserto, não vemos um jovem conversando e rindo, como fazíamos antigamente, e se engana quem pensa que é por conta dos assaltos.
Na verdade, o progresso acabou com o dialogo, amizade e alegria dos jovens, em alguns casos a internet ao invés de somar na vida de todos, diminuiu a inteligência e a capacidade de viver a realidade.
A maioria vivem de sonhos e ilusão, quer dizer, num mundo de faz de conta, que pena!
 Sua comunicação é através do whatsapp, ninguém quer saber de conversar, trocar ideia e rir ao vivo, é muito triste, por que ninguém sabe viver sem o whatsapp, você nem quer mais sair de casa, e se saí são todos com o dedinho no celular, por isso até as pequenas cidades o diserto tomou conta.
Que dó, será realmente que eles pensam que isso é sadio e é felicidade? Tantas praças lindas, barzinho, lanchonetes e todas as moscas, antes tinha uma boate que me disseram que virou ponto de drogas.
No dia sete de setembro, eu vi moças (os) lindas (os) desfilando, ou tocando na banda, e fiquei imaginando onde essa gente linda fica?
Será que eu estou errada, ou realmente o progresso acabou com a capacidade de sonharmos, vivermos, namorar, casar e termos uma vida com erros, acertos, como pessoas normais. 
O rádio a televisão, o telefone e agora a internet, deixou muita gente fora do ar, é como se antes disso tudo, o mundo não existisse, que pena!

Joana D'arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

QUANDO A CIDADE DORME


Enquanto dormimos se fazem de tudo, tanto em cidades grandes quanto pequenas, e engana-se quem pensa que são só coisas boas, enquanto uns trabalham, a maioria se divertem.
O divertimento muitas vezes é tão banal que eu nem imagino como os que assim vivem dessa forma, dizem que é divertimento.
A verdade é, muitos jovens a noite saem para matar, roubar, se prostituir, enganar e fazer barbaridades, e, claro, nesse caso muitos filhos de papai.
Jovens de famílias tradicionais, as vezes sem precisar, usam o sexo como divertimento e fazem o que nem nos nossos sonhos imaginamos.
É minha gente, a vida dessas pessoas que tem de tudo, muitos não sabem dar valor, e ao invés de usar o que Deus lhe deu, que foi sua vida, beleza e dinheiro, com dignidade, muitos resolvem destruir lares, e fazem de tudo para ficar e atrair homens mais velhos ricos e casados para suas teias.
Isso seja mulher ou homem, o pior usam seus carros de luxo para fazer racha e matar gente inocente.
Mulheres linda bem sucedidas, essas parece que nasceram endiabrada, e não satisfeita em se prostituir, algumas entram no crime e juntam-se a traficantes, para acabar com suas vidas e o pior, dos outros.
Não sei como alguém que tem tudo os mesmos (as) veem ao mundo com uma estrela acesa, aí resolve apagar fazendo terceiros sofrerem, inclusive sua família.
Jovens bem nascidos, são os que mais matam seus pais, e não só de desgosto e vergonha, muitas matam mesmo.
O que será que passa na cabeça desses seres que se dizem humanos, o pior, geralmente nem presos vão, é mais fácil apodrecer na cadeia um ladrão de galinha do que o mandate.
Será que teremos paz nesse mundo ainda? Não acredito, vendo novelas antigas já se falavam em corrupção, políticos desonestos, empresários mau caráter, e pobre se lascando.

Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira    

QUANDO A CIDADE DORME


Enquanto dormimos se fazem de tudo, tanto em cidades grandes quanto pequenas, e engana-se quem pensa que são só coisas boas, enquanto uns trabalham, a maioria se divertem.
O divertimento muitas vezes é tão banal que eu nem imagino como os que assim vivem dessa forma, dizem que é divertimento.
A verdade é, muitos jovens a noite saem para matar, roubar, se prostituir, enganar e fazer barbaridades, e, claro, nesse caso muitos filhos de papai.
Jovens de famílias tradicionais, as vezes sem precisar, usam o sexo como divertimento e fazem o que nem nos nossos sonhos imaginamos.
É minha gente, a vida dessas pessoas que tem de tudo, muitos não sabem dar valor, e ao invés de usar o que Deus lhe deu, que foi sua vida, beleza e dinheiro, com dignidade, muitos resolvem destruir lares, e fazem de tudo para ficar e atrair homens mais velhos ricos e casados para suas teias.
Isso seja mulher ou homem, o pior usam seus carros de luxo para fazer racha e matar gente inocente.
Mulheres linda bem sucedidas, essas parece que nasceram endiabrada, e não satisfeita em se prostituir, algumas entram no crime e juntam-se a traficantes, para acabar com suas vidas e o pior, dos outros.
Não sei como alguém que tem tudo os mesmos (as) veem ao mundo com uma estrela acesa, aí resolve apagar fazendo terceiros sofrerem, inclusive sua família.
Jovens bem nascidos, são os que mais matam seus pais, e não só de desgosto e vergonha, muitas matam mesmo.
O que será que passa na cabeça desses seres que se dizem humanos, o pior, geralmente nem presos vão, é mais fácil apodrecer na cadeia um ladrão de galinha do que o mandate.
Será que teremos paz nesse mundo ainda? Não acredito, vendo novelas antigas já se falavam em corrupção, políticos desonestos, empresários mau caráter, e pobre se lascando.


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira    

domingo, 3 de setembro de 2017

O TEMPO PASSA E NADA MUDA 3




 Pois é gente, antes saíamos e nos divertíamos mesmo, hoje os pais não sabem se os filhos voltam, ou não, antes riamos, dançávamos, e se namorávamos era com respeito e medo de ir mais além, hoje meu Deus!
 Se aos, doze anos, a garota é virgem e o menino não se droga está fora do mundo, a noite é pouca para eles, e muitos durante o dia já estão na gandaia, estudar pra quer?
Trabalhar? Quer isso! Feliz do pai, que teve, ou tem a sorte de ter um filho que o escute, e faça algo certo, a maioria não estuda e vivi o dia inteiro procurando fazer o que não presta.
 Antes nem rádio a maioria dos lares tinha a sorte de ter, hoje, rádio quem quer saber mais, é internet e celular de última geração, aqueles que só não faz falar, mas ensina de tudo.
Não digo todos, mais a maioria dos jovens resolveram banalizar, e fazer com algo que seria útil na sua vida, nos estudo, e para melhorar seus conhecimentos, eles usam a rede social, para destruir lares, enganar, roubar, e aprender alguma forma de fazer coisas erradas, fracatuas, e digo mais, aliciar menores, para pedofilia e crimes.
A internet virou algo indesejável, me refiro para alguns pais, que se preocupam com o bem estar da família, aqui não existe regra, e qual quer um ver o que quer, acredito que como as emissoras, que ganham com sua programação, deveria ser também para sites impróprios, e tivesse o cadeado para segurança de menores de dezoito anos.
Ao contrário, qualquer criança que sabe ler, que hoje em dia são todos, ver e ler o que bem quiser. 
É um absurdo! Até na sua rede social seus amigos (aspas) manda o que bem entender na sua página, os pais, eles também estão conectados, e lá quer saber, de ver, ou, saber o que seu filho estar acessando!
Ao invés de ensinar seu filho brincar mais, isso do rico, ao mais pobre, eles se matam nas prestações, mais dão ao seu filho o melhor celular, tablete, ou computador, de última geração.
Nem força para levar o filho num parquinho, num circo, os pais levam, e tudo para não ficarem desconectados.
Você vai almoçar fora, ou, em casa de amigos, quem disse que alguém conversa? É todos no seu whatspp, é uma vergonha.
O mundo virou de cabeça pra baixo, ninguém escuta, ou quer saber do problema um do outro, é tudo numa só voz internet, celular, whatspp e o diabo a quatro.

Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira

sábado, 12 de agosto de 2017

DIA DOS PAIS.

Como sempre eu começo homenageando nosso pai eterno Deus, nosso criador, quem nos fez para ser sua semelhança e seguir seus ensinamentos, como amar ao próximo, como a si mesmo, mas infelizmente ninguém quis, ou quer, de seguir as regras, estamos longe da perfeição, assim ficou Deus por todos, e todos olhando seu próprio umbigo.
Dificilmente encontramos alguém com alma e coração disposto ajudar e seguir os mandamentos de Deus.
Dia 13 será dia dos pais, e obvio, lenda, conversa pra boi dormir, e para o dinheiro ser gasto a rodo com presentes e promessas falsa.
Mas eu não podia deixar de falar, de quem com ajuda de Deus, me trouxe a mundo, e me fez linda, baixinha e gordinha, e na terra foi um exemplo, me refiro ao meu pai Jonas, um lutador, trabalhador, honesto, integro, batalhador, e mesmo tendo nascido a muitos anos atrás, nos criou, com amor e do jeito dele nos amou muito.
 Coitado! Nem tempo de nos ver crescer, papai teve, também meu baixinho, como você resolveu trazer ao mundo nove filhos? Mentira isso foi só de mulher, ainda veio quatro homens.
O jeito foi trabalhar dobrado, e como não queria, nem conseguia se manter da roça, o jeito foi se aventurar pelo o mundo.
Eu acredito que Papai tenha trabalhado dando o seu melhor, em todos estados do Brasil, trabalhou inclusive, na construção daquele antro, que hoje os colarinhos branco, resolveram escandalizar o mundo, com suas maldades, fracatuas, corrupção, falta de caráter, amor ao próximo, e principalmente a Deus, nenhum que entra lá consegue honrar Deus, muito menos seus irmãos de sangue ou não.
No final do ano vai fazer quatro anos que papai morreu, quer dizer descansou, papai, teve uma doença que não é fácil, morreu sem se quer, saber quem era mãe, e nós os seus filhos, papai tinha ALHZIEMER.
Papai foi um grande homem, para alguns dos filhos, não tão carinhoso como deveria, não por opção, vivia trabalhando longe da gente enquanto crescíamos.
 Mesmo no final século passado, e no sitio, o nosso pai fez questão que nós estudássemos, claro o estudo não era aquela coisa, eu por exemplo, aos seis anos já fui estudar, desculpe a expressão infernizar colegas e professoras risos.
  Nosso pai, não nos enfiou na roça como a maioria dos pais de antigamente faziam, e ele sozinho, quer dizer com ajuda de Deus, da minha santa mãezinha, nos fez e nos criou, com sacrifícios, dedicação, e sempre nos querendo dar o melhor.
Confesso fugi da escola, por isso hoje estou aqui fazendo vocês riem com minhas histórias, e tudo por conta dos meus acentos, ponto e vírgula.
Pode rir de mim, só que eu não desisto, amo escrever, agora cinco horas da manhã resolvi escrever e estou aqui com meus dedinhos doendo mais teclando, sou chique né? Teclando com quase 6.5.
E tudo sem fazer um curso pode? Posso errar sim risos.
Portanto feliz dia dos pais, Deus, papai e você o pai dos meus filhos, Crisanto, e todos os pais do mundo. (Os dois, há muito nos deixaram)


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

A VIDA E SEUS MISTÉRIOS.

Nascemos, crescemos, e durante o período de toda nossa transformação, vivenciamos e vivemos de tudo.
Acertamos erramos, e muitas vezes fazemos mais erros do que acertos, e como nunca estamos satisfeitos, estamos sempre, em busca de novos horizontes.
E as vezes até acertamos, aí saímos da nossa terra natal, e na mala levamos e deixamos amigos, família e muitas saudades,  tudo em busca dos nossos sonhos.
Hoje quase com 6.5, eu me pergunto será que valeu a pena tudo que eu fiz? Eu respondo não sei, ao mesmo tempo acredito que sim, pois Deus sempre caminhou junto comigo, e Deus esteve e estar eternamente ao meu lado, Deus nunca deixou de me escutar e segurar as minhas mãos, e quando eu penso, eu vou cair! Deus vem ao meu socorro, e eu renasço das cinzas.
Se eu for contar tudo que eu passei, eita! Quem vai querer saber, mais esses dois últimos anos, não foi fácil.
Depois de viver 29 anos na mesma casa demolimos a mesma, minha filha casou, e como não queria me deixar sozinha, nem eu queria sair desse bairro onde já conheço tudo e todos, a solução foi fazer nossas casas meios juntas, moramos vizinhos, os meus filhos e eu.
Mais além de mudarmos, enquanto nossas casas ficavam prontas, aconteceu o casamento da minha filha Andréa, quem já casou uma filha sabe, é bem estressante, para piorar veio a doença da minha filha do coração Ariadne.
E quando a casa finalmente ficou pronta, voltamos a morar vizinhos a minha linda Ariadne, não sei quem estava mais feliz, ela ou eu, uma semana depois ela faleceu, a casa perdeu a graça, a felicidade virou tristeza, e hoje são muitas saudades, foi como se tivessem tirado um pedaço de mim.
E agora três meses depois da sua morte, e volta pra casa, eu estou indo viajar para Itapetim Pernambuco, levando saudades, tristeza e ao mesmo tempo alegria de rever meus irmãos, primos amigos e minha doce mãe.
Depois que voltei para minha nova antiga casa, eu recebi primos queridos, eles são muito importantes na minha vida, ri, me diverti, fiquei feliz com a vinda de Aparecida, minha irmã do coração, Wilton, primo, Silvia uma amiga pra toda vida, e Sales um primo muito querido, mas confesso queria ter recebido vocês em outra circunstância, meu coração tá ferido, minha alma triste, por fora essa alegria, mas por dentro só Deus e eu sei o quando sofro, e sinto saudades da minha linda Ariadne.
Que Deus ilumine minha viagem, e que eu possa descansar a cabeça, e junto com mãe eu possa esquecer um pouco a minha dor, e as saudades, e que meu coração pare de doer tanto com  a perda da minha Guerreira.
Levarei saudades dos meus filhos, neto, genro e noras que Deus vá comigo e fique de olho neles, e que seus anjos d’água os proteja amem.


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.





sábado, 29 de julho de 2017

O TEMPO PASSA E NADA MUDA P.2

Além de todo esse aperto que passávamos, as casas eram muito pequena, e até hoje eu me pergunto como conseguíamos viver em casas tão pequena com tantas crianças.
E os moveis? Não tínhamos, lembro-me de uma mesa com banquinhos na cozinha, uma máquina de moer milho, um armário feito de tabua, e tijolos para escorar as madeira, o fogão a lenha e alguns potes.
Na outra sala uma mesa com tamboretes, potes e mais nada, o quarto da minha mãe uma cama de casal com coxão de capim e malas feito baú, para guardar nossas imensas roupas.
As redes ficavam penduradas nos ganchos e a noite era redes por todo lado, outro quartinho que mal cabia uma caminha e uma mala, e a noite duas redes.
E ainda tinha outra sala com uma máquina de costurar manual, onde minha mãe fazia nossa roupas, e alguns tamboretes, e isso era na maioria das casas no sitio. 
Lembro-me que andávamos horas para encontrar gravetos para cozinhar no fogão a lenha, lenha mesmo era difícil encontrar o banheiro ao relento, e como no sul faziam, no Nordeste dificilmente faziam, me refiro aos chuveiros em lata, para puxar com cordinhas, e sabe por que?
Porque no Nordeste sempre teve essa escassez de água, então o jeito era guardar água num pote fora da casa, e depois usar a bacia e a caneca.
Mais ainda assim, andávamos limpos e de dentes escovados mesmo que muitas vezes com pó de juá, lavar roupas, as vezes andávamos horas para conseguir água, isso no sitio, já na cidade tinha uma grande barragem, mais também não era fácil, e para quem não podia pagar o carroceiro, tinha que levantar muito cedo para encher os potes e depois voltar e lavar as roupas, que foi o nosso caso.

Pois é minha gente, e mesmo a vida de todos nós tendo mudado, o mundo e as pessoas continuam do mesmo jeito, gente egoístas, safadas, desonestas, e uns querendo sempre, se achar o melhor.
Hoje acho que não existe um pobre que não tenha televisão, e carro? A maioria tem, e nem assim o mundo mudou.
As pessoas são mais revoltadas, os jovens por qual quer motivo já entra em depressão, e alguns resolvem ir mais além, e, para extravasar usam todos tipos de drogas.
E você, coitado! Tem medo de abrir o seu portão para qual quer um, as vezes você sai na frente da sua casa para varrer sua calçada e vem um grupinho de jovem, e você morre de medo, isso por que eles fumam e se drogam na rua mesmo.
E mesmo com tantos divertimentos e acessos a tantos meios de comunicações, os jovens não são felizes, e procuram sempre algo pior para infernizar a vida dos pais, e da população em geral.
E os políticos, os nossos governantes, os poderosos que lutam para se eleger, sempre nos prometendo mundo e fundos, esses são os mais safados, e nada faz para manter nossa segurança e dignidade, com saúde, moradia e emprego, ao contrário, como sempre, roubam, maltrata e pisam em tudo e em todos, e estão sempre procurando uma forma para enganar mais e mais.

Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira


sábado, 15 de julho de 2017

O TEMPO PASSA E NADA MUDA.

São sempre os mesmos problemas, crises econômicas, falta de dinheiro, desemprego, moradia, pobreza, miséria, brigas, ganancia, egoísmo, falta de caráter, honestidade e principalmente falta de amor a Deus e ao próximo.
Sempre foi assim e sempre será, pessoas destrutivas e que só ver seu próprio umbigo, anos atrás, a única diferença era que algumas pessoas mesmo lhe faltando tudo conseguia ser feliz.
Além de comer, e se vesti mal, ainda assim eram felizes com suas brincadeiras inocentes, e namoros imaginários.
  Os que moravam em sítios ou pequenos povoados, sete horas da noite, acendiam seus candeeiros ou vela, os que morava em cidades pequenas nem luz elétrica existia, e tinha a motor, dez horas da noite todos tinha que acender seus candeeiros ou lampiões.
O banheiro em sítios era uma moita de mato, e para se limpar folha, ou sabugo de milho, o banho era de cuia, ou nos rios.
A noite era o pinico, e triste dos pais que os filho faziam xixi na rede, ou sofrimento! Camas só para os casais.
Então a criança passava o resto da noite gelado, ou ariscava pegar o pequeno lençol de saco que se cobrir para forrar a rede, e ai ficava dormindo descoberto.  
Isso quando a rede de tão velha não se rasgava e você caia no chão, não tenho vergonha de dizer isso aconteceu comigo.
E quem pensa que recém-nascido usava fralda, enganou-se, feliz de quem podia comprar chita e fazer paninhos (cueiros) se não tinha que se contentar com resto de pano velhos.
 O engraçado era que nem assim, os filhos cresciam revoltados e apelávamos para roubar, ou fumar algum tipo de cigarro.
Roupa, felizes de quem tinha duas mudas, e sapato? Feliz de quem tinha um chinelo, na cidade o banheiro era uma casinha precária fora da casa, e banho de bacia, final dos anos sessenta, eu acredito que tudo foi mudando, e já existia em algumas cidades luz elétrica, e um chuveiro, bem vagabundo.
E, obvio quem podia, tomava café da manhã, almoçava e jantava, mas a maioria só lasqueira mesmo, mas se uma coisa sempre existiu, foram pessoas, pisando e se achando melhor uns que os outros.
Isso passa anos, décadas e séculos e o povo não muda, mesmo alguns atravessando e passando momentos triste na vida, o nariz continua pra cima.
Final do mês tem a continuação.

Joana D,arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.


sexta-feira, 7 de julho de 2017

PERDER ALGUÉM ESPECIAL.

Quem nunca perdeu jamais saberá do que irei falar, e ainda mais, se você não crê em Deus, não tem fé no amor e na importância de Deus nesse momento, meu filho! Fica impossível.
Quando eu perdi o meu marido a vinte e três anos atrás, Deus não me abandonou um só momento, e com seu amor, suas mãos fortes me amparando me fizeram seguir em frente e ficar de pé.
Sofri muito, e não por sido uma má esposa ou acreditar que eu, ou ele, merecíamos algo assim, sofri por que eu me senti nua, sem vida e sem chão, afinal de contas eu havia ficado com três filhos, sendo dois adolescentes e uma criança.
   Mas Deus, esse não deixou que eu caísse, e mesmo sabendo da minha situação financeira colocou verdadeiros anjos na minha vida, e, enviou pessoas do bem para me ajudar, e o mais importante meus pais e irmãos.
Nessa hora quem tem muito dinheiro não sabe como é difícil, além de perder um ente querido tem a dor de pensar o que será da vida dos seus filhos.
 Hoje mais uma vez estou sentindo como é bom ter Deus ao meu lado, Ariadne não saiu de mim, mas foi tão importante e especial como os meus filhos são.
E minha pequena grande Guerreira e principalmente Deus, estão me dando todo apoio e força que eu jamais imaginei sentir, e mesmo tendo perdido alguém tão especial não me sinto perdida, é como se tivesse ganhando mais um grande aliado no céu.

Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.

sábado, 24 de junho de 2017

SONHOS.


Sonhar, quem sonha muito? Eu sonho a noite toda, são sonhos lindos e geralmente ao acordar me lembro o que sonhei, e foi baseado em alguns sonhos que escrevi cinquenta histórias.
E sonho demais com quem já morreu, o meu marido por exemplo, até hoje eu sonho com ele, e o mais engraçado, é que muitos vezes sonho que ele não morreu e vivi em algum lugar com outra família.
E muitas vezes ele fugindo de mim e dos nossos filhos, já tentei ler o significado, me informar com algumas pessoas para ver se consigo entender o porquê desses sonhos, mas até hoje ninguém soube me explicar.
Sonho muito com uma prima de primeiro grau erámos muitos amigas, e sofri um bocado quando ela faleceu, e para aliviar a dor, eu escrevi uma história para ela, nos meus sonhos com ela, eu sei que ela está morta, ela sempre vem me ver, rimos conversamos, e eu me preocupo, pensando que as pessoas ao me redor pensam que estou doida por eu falar sozinha, e falo Socorro você já morreu vai embora o que o povo vai pensar de mim?
Boba! Só quem me ver é você e ninguém te ver falado comigo, e claro que eu sei que estou morta, eu só vim te ver, saber como você estar, minutos depois, ela diz Joana D’arc eu vou embora, e desaparece numa nuvem, esses sonhos se repetem sempre.
Sonho muito com minha tia Alta, eu vim morar com ela em São Paulo com dezessete anos, algumas vezes sei que ela já morreu, outras não.
Agora é com minha Guerreira Ariadne, outro dia sonhei com ela andando num lindo cavalo branco, e ela toda de branco, e eu pergunto e suas escaras, que ela tinha duas, uma nas costas e outra na coxa, ela ri e diz depois que eu morri sarei.
Outro dia sonhei, ela linda também de branco sentada numa nuvem, eu ia passando, ela ria e dizia; Dadá eu estou aqui no céu, mas estou cuidando de você.
São sonhos que eu queria tanto entender e saber o significado, vai fazer dois meses que minha Guerreira morreu e já sonhei com ela três vezes, mais com outras pessoas sonho também, me refiro pessoas mortas.
Graças a Deus não tenho medo, e amo sonhar com pessoas tão queridas que já partiram dessa vida, não sei se para melhor, mas acredito que sim.
 É difícil perder quem amamos, e quando sonhamos, além de muitas saudades, desejamos, se o sonho é bom que quem morreu esteja feliz, em paz e nos braços de Deus. 


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira

quinta-feira, 15 de junho de 2017

POLÍTICOS OU RAÇA!!!!

Será que existe uma raça mais safada e desumana que os políticos, eu sempre escrevi e falei, isso não e de hoje, eu nunca conheci um político honesto.
Todos sem exerção, quando se elegem só vem algo a cabeça, enricar, roubar e fazer falcatruas, e obvio que sua família faça parte do rolo, seja usufruindo do luxo, ou entrando em maracutaias.
Quem quer saber se existem pessoas desempregadas, passando apuros, desabrigadas, ou morrendo à mingua, para que se preocupar se eles estão bem.
O Pior, andam roubando cada dia mais e daí? Quem vai os detê-los, se todos estão na dança dos bandidos roubando, e fazendo apostas para ver quem rouba mais, prender aonde?
E o engraçado é que agora estão todos juntos e misturados igual o mosquito da dengue, a muriçoca a chikungunya, aedes aegypti o Zica vírus, enfim todos um bando de sangue sugas que nos transmite raiva, coceiras e todo tipo de doença como a febre amarela, a depressão, o infarto e o derrame.
E sabem por que? De tanto ouvimos e vermos como que os desgraçados transformaram o Brasil com sua bela política bem administrada e elaborada no intuito de roubar prejudicar e massacrar o povo, sem saúde, emprego, moradia, desonestidade e impassibilidade de fazer o bem.
Eu não sinto vergonha de ser brasileira, e sim, sinto pena de nós o povo os menos favorecidos que não nascemos ricos.
 Nascemos e vamos morrer sem ter o direito de saber o que é viver sem dificuldades, sem ter a chance de ter um bom plano de saúde, e mais triste, muitos sem ter o que comer e aonde morar.
Enquanto que os bandidos, não me refiro só os ladrões violentos, estupradores, pedofilia que matam sem dó nem piedade, falo dos políticos, esses que nunca serão punidos.

Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira


sexta-feira, 26 de maio de 2017

LAGRIMAS NO PARAÍSO

Lagrimas no paraíso, esse é o nome em português da música que o cantor Eric Clapton, fez após perder seu filho de apenas quatro anos, linda letra e música, não tem como não nos emocionar.
E é com muita dor e tristeza que a todo momento pais, perdem filhos de todas as idades, e quando isso acontece procuramos repostas tentando entender porque quem amamos parte antes de nós os pais, nos deixando tristes e angustiados.
 No meu caso eu perdi irmãos, marido e pai, e agora recentemente perdi alguém muito, mais muito especial mesmo, eu a vi nascer, na verdade fui uma segunda mãe.
E como dói, e para amenizar minha dor escrevo, falo, e procuro lembrar dos bons momentos que vivemos ao seu lado, Ariadne era uma menina feliz, alegre e nunca, nem a doença deixou que a dor e a tristeza a desanimasse, ao contrário, ela lutou ate o fim.
  E hoje mais que nunca eu me pergunto, o que será que existe após a morte? Muita gente quando passa por uma dor desse tipo, não se conforma, e muitos desejam até morrer, acreditando que encontrará a pessoa querida logo após a sua morte.
Mas como diz a letra, será que quem morreu se lembrará do que viveu e com quem se relacionou aqui na terra? E quem morre pensando encontrar seu ente querido, encontrará?
Perguntas sem respostas, dúvidas, incertezas, enigmas e uma única respostas, Deus, somente Deus, sabe de tudo e como irá nos acontecer, a nós cabe nos conformar e tentar seguir em frente sem reclamar e se lastimar.

 Deus é o senhor de tudo, então vamos fazer da nossa vida o melhor, e tentar viver dando o melhor da gente, porque uma coisa é certa, cedo ou tarde morreremos, e feliz daquele que morre com a alma tranquila e em paz.

Joana D'arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

COMIGO NUNCA!




 Tem coisas que você nunca pensa que irá acontecer com você, exemplo, perder alguém que você ama muito, obvio que ninguém nasceu para semente, mas nunca queremos se quer pensar nessa possibilidade, e geralmente na nossa cabeça mesmo não aceitando, os nossos pais serão os primeiros a nos deixar.
E quando alguém que mora e convive com você morre de repente, você se sente perdida sem chão, é como se nada mais tivesse importância.
O mundo desaba, e você sente tanta dor e o pior, você não faz ideia de onde vêm as dores, estou escrevendo exatamente o que aconteceu comigo á 23 anos atrás, quando eu perdi meu marido.
Hoje ao perder a minha filha do coração Ariadne, graças a Deus, eu vejo e sinto a morte de outra forma, obvio! Eu não esperava viver aquela experiência, não digo jamais, só não gostaria que estivesse acontecido agora e ainda mais com alguém que foi tão especial na minha vida.
Mais como falei, hoje vejo a morte de outra forma, e para quem estava sofrendo como a minha menina do sorriso mais lindo do mundo, sinto como uma libertação.
Em primeiro lugar, agradeço a Deus estar dessa maneira, segundo a minha menina, minha Guerreira Ariadne, estou em paz.
Eu a vi nascer e morrer, na minha cabeça e coração queria ter ido primeiro dos que eu amo, mas Deus é quem sabe da nossa hora e nosso momento, essa e a verdade.  
 A vida, o sofrimento, e, a idade nos ensina muito, antes qual quer coisa me deixava triste, com raiva, e muitas vezes ódio mesmo, hoje eu amadureci e pouca coisa me tira do sério.
E se alguém, ou alguma coisa me machuca só me vem algo a cabeça perdoar, ter paciência e conversar com Deus para tentar entender onde eu errei, porque se estou passando por algo assim, com certeza eu devo ter feito algo de errado, então cabe a mim, tentar entender onde eu errei.
Eu agradeço a Deus todo momento por ter me dado á chance de pedir perdão, perdoar e me tornar mais humana, quanto mais vivemos mais experiência e sabedoria adquirimos, já pensou morremos com raiva, ou mesmo que alguém morra nos odiando?
 Deus é maravilhoso, e, feliz de quem com o passar dos anos, consiga entender o que realmente Deus e a vida querem nos passar.
Ame, seja feliz, não tenha inveja, ódio, não seja ganancioso, e não caluniei, não faça com os outros, o que você não deseja que façam a você. 
                                                        

Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.

domingo, 30 de abril de 2017

SAUDADES ETERNAS.




Como queria que o final tivesse sido diferente, quando escrevi sobre a doença da minha linda Ariadne, eu juro jamais imaginei que o câncer venceria, e tudo porque via o otimismo, á fé, a esperança e a confiança que minha linda menina tinha em Deus e na sua cura.
Ela mais que ninguém sabia que não tinha chances de sobreviver, mas lutou até o fim, com garra, força e coragem e nem por um momento, ela desanimou, reclamou, ou perguntava a Deus por que com ela.
Nunca perdeu o sorriso e alegria de viver, mesmo que só por mais uns dias apenas, ela tinha só quatro meses de vida mais viveu um ano e quatro meses, e só no final, isso á um mês atrás foi se entregando, os médicos foram objetivos a diagnosticar como era grave o seu câncer, e nunca esconderem nada dela, ao contrario contaram tudo, ela só não queria que o pai soubesse.
No inicio perdeu os movimentos das pernas, ai da cintura pra baixo, e em Janeiro desse ano, a visão foi ficando ruim, em seguida a audição, era tumores na coluna torácica e lombar, mas o pior foi o da cabeça, os médicos acreditavam que ela não suportaria a primeira quimioterapia, ela fez três, depois vinte uma, radio terapia, e nas duas ultimas quimioterapia foi que ela piorou muito, foram dias difíceis, e nem assim Ariadne reclamava.  
Então na ultima segunda, Ariadne piorou muito, já não falava mais e escutava muito pouco, mas ainda assim, conseguia nos ouvir e responder apertando nossas mãos foram cinco dias internada, e finalmente minha menina do sorriso mais lindo do mundo descansou.
Deus sabe do meu coração, mas sabe também do amor e da dedicação que eu tinha com ela, talvez por isso Deus esteja me dando tanta força, e eu esteja aceitando tão bem sua morte.
Com certeza, a dor maior é dos seus pais, mas quem está ruim mesmo é o seu pai, sua mãe, a Juvelina, foi seus pés, mãos, essa foi uma Guerreira tanto quanto a filha,  só deixou para colocarem no caixão, ficou com ela ate seu ultimo suspiro, continua firme e forte, porque tem alguém que precisa muito da sua força, coragem e do seu amor mais que tudo, seu neto o filhinho da Ariadne que tem seis anos.
Sempre me refiro á Ariadne como Guerreira, sabe por quê? Ela sabia da gravidade do seu problema, e nunca desistiu de lutar, e desistiu, isso quando viu que não tinha mais solução mesmo.
Mais estava linda, serena, e com uma paz no seu semblante nem parecia morta, parecia dormindo tranquila e com a certeza que tinha cumprido sua missão aqui na terra.
Meu amor, minha filha do coração, que você encontre sua paz, e ai no céu, você esteja bem feliz com seu anjo da guarda, e papai do céu te dando carinho e todo amor possível.
E aqui na terra, nós continuaremos tristes e com saudades, mas certos que fizemos de tudo pela sua felicidade, te amarei eternamente meu amor, Ariadne Lopes de Farias.
Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.


   

  

  

quarta-feira, 5 de abril de 2017

ONDE ANDA O AMOR E A SOLIDARIEDADE?



Eu nunca gostei de Natal, e mais que nunca eu descobri o por que, nessa época todo mundo fica bonzinho se solidariza uns com os outros, e alguns faz o possível, e até o impossível para fazer o que na cabeça deles estão agradando Deus.
Passou o final do ano, volta tudo como antes, gente egoísta, sem coração e pensando só no seu próprio umbigo, eu sempre falo, natal, solidariedade e pensar no próximo, tem que ser 365 dias por ano, Deus por acaso pensa em você em um único dia?
Obvio que não, apesar que você só pensa nele quando realmente precisa, e claro! Quer que ele resolva seu problema no ato, Deus é amor, e Deus, como a fé e as plantas, temos que regar todos os dias.
Com muito amor, carinho, compreensão e principalmente, sabendo agradecer tudo que somos e temos por que sem Deus nada seriamos.
Infelizmente o ser humano só pensa nele, se seu vizinho, ou alguém que você conhece estar passando algum problema, que se dane.
Graças a Deus, apesar de não ter muito, sempre que posso divido o que tenho com quem realmente precisa, e tenho muita paz, amor e filhos, maravilhosos, inteligentes, honesto e com um coração! Desde pequeno os ensinei dividir.
A vida não é só vitória, ganancia, festa, egoísmo, maldade, luxo e riqueza, e se você acredita que só existe você e sua família, e que você estando bem o resto que se dane, se ferrou amigo.
Deus quer amor, ação, solidariedade, dignidade, companheirismo e que as pessoas sejam humanas e tenha amor ao próximo, saibam meus amigos, amor com amor se paga.
E quando você pensar em ajudar alguém não espere só pelo o natal, a caridade e pessoas necessitadas existe aos bilhões, e todos os dias, todos precisam de alimentação, empregos, moradias e principalmente de saúde, e muitos, de ajuda para viver com dignidade.
Talvez esteja querendo demais, mas eu queria tanto viver num mundo melhor, onde todos se amassem, e se ajudassem sem pensar em troca. 


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.       

quarta-feira, 22 de março de 2017

EU BEM QUE TENTO!!!


Mas é impossível, é cada uma que vemos, ou melhor, lemos aqui na internet que nos deixa de boca aberto, meu Deus! Como alguém pode ser feio se existe dinheiro no meio?
Como eu já escrevi, a não ser que você nasça muito feio, aí nem o dinheiro dar jeito, mas se você pode, e tem como se cuidar, não há gordo que não emagreça, nem feio que não fique bonito.
O dinheiro só não compra a morte, eu por exemplo, se tivesse dinheiro estaria magra, linda, vivendo e andando com um personal trainer e uma nutricionista ao meu lado, vinte e quatro horas por dia.
Há! Na verdade, nem a cozinha eu ia, é o que acontece com os famosos, poderosos e cheio da grana.
Quer fazer dieta? Além de uma excelente cozinheira, conta com ajuda de uma nutricionista, e mesmo comendo comidas gostosas, não engorda, mas vale lembrar, não fica barato, e por isso que as mulheres ricas da terceira idade e famosas, se mantem firme e forte pelo um menos nas revistas e televisão, ao vivo e nuas, sei não, dar até medo de imaginar
Na verdade, esses famosos ganham tanto dinheiro que não sabem nem, como, e onde gastar, já que tem de tudo e mais um pouco.
E como acreditam serem intocáveis, e melhor que os mortais, resolvem esbanjar o seu dinheiro fora do país, então compram vestidos, sapatos e bolsas, pelo um preço absurdo.
Para eles é normal viver no luxo, vestindo roupas caríssimas, comendo do bom e do melhor, e obvio! Sem engordar.
Imagina você, querer fazer uma dieta sendo pobre, procura saber quanto se gasta, o pobre ou morre de fome, ou de obesidade.
A coisa é preta, o pobre nasceu lascado e com uma estrela bem lá e apagada, procura se informar quanto ganha os apresentadores, atores e cantores famosos, e depois quanto ganha o restante da população.
Sem contar que a maioria da população está desempregada.
Pois é, e talvez por conta do desemprego, os bandidos aumentaram, como se não bastassem os políticos ladrões, os bandidos estão mandando em tudo, e pelo o visto odeiam pobre, além de roubá-los, matam sem dó nem piedade, e por uma mixaria.
Os filhos dos famosos, sequem a careira do pai, cantando, atuando ou herdando seu patrimônio, alguns vão estudar fora do país, usufruindo assim, do patrimônio que os seus pais ganharam ás custas dos burros e pobres que o fizeram enricar no seu país.
Os ricos, se vão ao show de um cantor, ou assistir uma peça teatral de um colega, além de ganharem convite, irão na primeira fila, e obvio ganham seja lá o que for de brinde, CD Livros, enfim compra nada não.
Por isso o pobre tem, e precisa sofrer e passar todo tipo de necessidade possível, quem sabe assim deixa de ser bobo e para de viver correndo atrás dos seus ídolos, MORRAM.
Veja quanto tempo ficam esses jovens desocupados, em filas, dormindo na rua para assistir um show dos seus ídolos de pano, seja brasileiro ou não, tem que sofrer e muito.
Pensa e presta atenção quem são os entrevistados do BBB, um bando de trouxas, burros e panacas que passa o dia correndo atrás do pão de cada dia que ama aparecer, nem que seja para dar um palpito sobre esse programinha sem noção, cultura, e gente desocupada.  


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.

sexta-feira, 10 de março de 2017

FELICIDADE EXISTE?


Você já parou para pensar como na nossa vida temos momentos mais triste do que felizes?
Verdade né? E se você não souber administrar muitos ficam tão confusos que entra em depressão, ou se torna neuróticos.
Eu não sei os ricos, mas os pobres o problema maior geralmente é por conta de dinheiro, sem ele, não temos moradia, o que comer, e o pior, nesse momento a nossa saúde é a que mais fica abalada.
Tem gente que consegue atravessar os piores momentos sem cometer nenhuma bobagem, infelizmente nem todos agimos da mesma forma.
Eu passei momentos muito triste na vida, as vezes eu mesma não sabia se iria suportar, foram tantas injustiças, maldade, provações, mentiras e fofocas, que ali eu pude ver o quanto o ser humano é desumano egoísta e má.
Eu sozinha, e com três filhos pequenos e passando tantos problemas, e o que mais tive na época foi decepção, eu jamais imaginei que existisse pessoas tão ruins, egoístas e sem Deus no coração.
  Eu não conseguia dormir imaginado se no dia seguinte os meus filhos teriam o que comer, mas ao me levantar, já que passava a noite em claro, eu pensava positivo, e acreditava que Deus me daria uma solução, e cheia de esperança, fé e amor a Deus, nunca nos faltou nada, principalmente honestidade, e Deus nos nossos corações.
Hoje eu olho para traz e vejo como foi importante o amor e minha confiança em Deus.
Até hoje, qual quer aperto e problema que eu esteja passado, eu vou conversar e me confessar com Deus, e me entrego totalmente em suas mãos.
Graças a Deus, hoje não sinto raiva ou magoa de ninguém, e se alguém faz algo que me chateia muito, sinto pena.
Como o ser humano é má perverso e sem coração, se você estiver passando qual quer tipo de problema de saúde, ou mesmo com a perda de alguém, não se iluda, ninguém mesmo, sofre com você.
E não seja bobo a ponto de acreditar que alguém está ali com você por que se solidarizou com seu problema, veio por curiosidade, e depois criticar, e o mais desumano, sair falando aos quatro cantos de você e da sua vida.


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

PERSEVERANÇA DETERMINAÇÃO E CONFIANÇA EM DEUS.



PERSEVERANÇA, DETERMINAÇÃO E CONFIANÇA EM DEUS.


Você já passou muitos apuros na vida? E por acaso, você já teve alguém que ama muito numa situação difícil?
Me refiro uma doença, na qual você jamais imaginou, infelizmente eu passei com três sobrinhos, primeiro foi o Fabio, ele nasceu com síndrome de Down e leucemia, o mesmo morreu com apenas dois anos.
Apesar de não o ter conhecido pessoalmente, eu sofri muito pelo o meu irmão e cunhada, meu irmão mora no Recife.
Anos depois, foi a vez de uma sobrinha linda, e cheia de vida, Eduarda, na época tinha dez anos, estávamos sempre em contato, com ela foi uma bactéria da meningite tipo c, graças a Deus, depois de uns oito meses internada, e uns seis meses em casa, ela se recuperou, teve algumas sequelas, mas o mais importante, a cabeça não foi atingida, ficaram só marcas pelo corpo, e hoje além de linda, ela e muito esperta e inteligente, Duda, mora em Guarulhos (SP)
Depois outro grande susto, outro sobrinho com treze anos, Tadeu, ele teve leucemia, e apesar de tê-lo visto pouco, eu sofri muito, graças a Deus, hoje está curado, apesar de ter que ficar sempre fazendo check-up, ele mora no Recife e é filho da minha irmã.
E a um ano atrás, estamos vivendo tudo de novo, agora com alguém muito especial e próxima, e apesar de ser só uma vizinha, eu a vi nascer, crescer, e se tornar mulher.
 Na verdade, eu junto com sua mãe a criamos, e por sua mãe trabalhar em casa, por amor, a Ariadne, ela vivia mais na minha casa.
Eu sempre a vi, e vejo como uma filha de coração, Ariadne, está com câncer nos ossos, o mais engraçado, é ela, quem está nos dando força e nos conformando.
Ariadne para todos nós, é uma menina de fé, força, luz, amor e esperança, e apesar dos médicos dizer o contrário, ela é confiante, perseverante, e o melhor, ama, acredita e confia em Deus, e na sua cura, ela tem apenas vinte anos.
Desde que diagnosticaram sua doença, ela nunca perdeu a fé e nem entrou em pânico, brinca, conta piadas, e até apelidos para seus tumores ela colocou.
Da cintura pra baixo, ela não sente nada, tem escaras nas costas, e faz xixi pela sonda, os cabelos há os cabelos!
Esses já caíram, nasceram e mais uma vez caiu novamente, e tudo por conta da quimioterapia, ela está bem magrinha, antes eu chamava de ET, agora é minha linda caveirinha de São Geraldo.
Rimos brincamos, fofocamos e nunca chegamos em sua casa triste ou desanimada, e se alguém a vê e fica triste, ela não gosta e diz.
Gente! Eu estou viva e vou sair dessa situação, Deus está comigo, e Deus já me falou, que eu tenho muito ainda para viver e aprender.
Ariadne é otimista, feliz e ama viver, eu tenho certeza, que papai do céu vai fazê-la andar, correr e viver com a mesma alegria e determinação, e agora mais focada nos seus objetivos.
Eu meus filhos, meu neto, minha nora a amamos tanto, e os seus pais então! A sua mãe se tornou sua enfermeira, seu anjo d´guarda, seu porto seguro, suas pernas, braços, seu pai, esse também está sempre ao seu lado, pronto para auxiliar em tudo, os dois não desgrudam dela e muitas vezes a noite, eles ficam velando seu sono.
E ainda existe alguém muito especial para ela, que apesar de nada entender, está sempre querendo carinho, afeto e mimo, e muitas vezes chama Ariadne para brincar, me refiro ao seu filho Adrian que acabou de fazer seis anos.
Bom meus amigos, rezem, orem, façam pensamentos positivos, e com ajuda de Deus, e a força da nossa Guerreira Ariadne, logo, logo, escreverei mais um capítulo da vida da nossa Guerreia, e obvio serão notícias ótimas.
Tanto sua mãe Juvelina, quanto seu pai Osmando, eles têm uma família imensa, e estão todos ao seu lado, como seu irmão Alisson, e sua
esposa Jessica, morramos todos em Santa Barbara D’Oestes. (SP)


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira. 

sábado, 18 de fevereiro de 2017

PERFEIÇÃO.

Será que existe o perfeito, e qual será a melhor forma de você se sentir eternamente jovem e bonita, (o) vivendo bastante, ou morrendo jovem demais.
Você é feliz assim mesmo com tantas imperfeições? E quando você se olha no espelho, e percebe que nem de longe você é mais a mesma pessoa, como você se sente?
Jovem você era magrinha, cheia de sonho, todos riam das suas piadas, você era admirada, todo tipo de roupa lhe caia bem, era disputada pelos mais belos rapazes.
  E hoje, o que pensa você, quando olha essa sua nova imagem refletida no espelho, sente tristeza, entra em pânico, ou se aceita do jeito que você é?
 São celulites nos braços pernas e coxas, varizes, estrias, e nem seu marido, se é que você casou, te olha com desejo, mesmo ele estando tão, ou pior que você, o traste se acha, porque ele é Homem.
Eu não sei por que, os homens não tem celulites, estrias etc.
Se você tem dinheiro, puxa, estica, veste roupas de mocinhas, coitadas! Acreditando que está abafando, no fundo fica mais ridícula.
O mais honesto com você mesma, é se aceitar e se conformar com sua barriga caída, seus peitos lá em baixo, pelanca nos braços, enfim não querer ser o que você não é, porque voltar no tempo só em sonhos.
Sempre que eu saio, fico observando a mulherada, tem algumas que só por Deus, ou elas não têm senso do ridículo, ou não tem espelho em casa, são fora do normal.
Usam roupas coladas, as banhas caindo, por todos os lados, frente única sem sutiã, as pelancas caídas para o lado, vestem saia curta, blusa descobrindo a barriga, e as vezes bermuda ou calça a baixo da pança (barriga) caiada e mini blusa, parecem que fazem questão de ser pior do que aparenta.
As ricas têm seu personal stylist: que as ajuda a não cair totalmente no ridículo, mas tem umas famosas que não se enxerga, e veste roupas acreditando que estão lindas, que nada, são e ficam tão feias quanto as pobres desenformadas.
Portanto a idade não mete, e não adianta só você querer, passou dos sessenta anos, essas mulheres, que não assumem a idade, e, se comporta como mocinhas carentes passa vergonha.
Até dançando a mulher mais velha, algumas se tornam ridícula e sem noção, seja você mesmo, não se envergonhe de mostrar que você envelheceu, mas com maturidade e bom senso, se envelhecemos é sinal que estamos vivos, e devemos sim, gradecer a Deus, por ter nos dado o prazer de vivermos mais um pouco, mas com dignidade e sabedoria.


Joana Darc Nunes de Araújo Alves Ferreira.       

sábado, 11 de fevereiro de 2017

DECEPÇÃO X DECEPÇÃO.

É triste vivermos num mundo onde as pessoas não conseguem mais se entender, não digo todos, mas algumas, são bem piores que bicho.
É decepcionante, sentir e ver, como o ser humano é egoísta, desumano e sem coração.
Na verdade, nem com amigos, hoje em dia podemos contar, é só precisar que os amigos entre (aspas) somem.
Será que vamos viver eternamente sem poder, confiar em mais nada e ninguém?
 Como se não bastasse os políticos corruptos, temos que conviver, com gente de caráter duvidoso, egoísta, prepotente, e o mais incrível, são aquelas pessoas que você julgava ser seu amigo, descobrir que não são.
Mas uma coisa eu aprendi, confiar desconfiando, e nunca jamais, esperar nada de ninguém, quer fazer o bem, faça, mas sem pensar em trocas, recompensa ou agradecimentos.
Na verdade, não existe pessoas do bem, que triste né, você faz o bem, mas acaba sempre se decepcionando e muito, o ser humano é egoísta, tem a língua cumprida, não aceita ouvir a verdade, e adora magoar, criticar, falar mal uns dos outros, humilhar e se achar sempre o melhor e o bom.
No mundo infelizmente o que mais tem, pessoas falsas, dissimuladas, sem coração e mau agradecida, meu Deus! Como tem.
Tem um ditado que diz, amor com amor se paga, não mais não mesmo, favor, amizade e amor, são pagos com críticas, injustiças, maldade e deboche.
Como é triste sentir, e ver, como as pessoas são más, o pior que não sinto raiva desse tipo de gente, de mim, só merecem pena, desprezo e meu silencio.
 Deus sabe da minha vida e do meu coração, não a nada como um dia atrás do outro.
Não é, à toa que o mundo está como está, são tantas brigas, intrigas, ódio e falta de amor, por todos os lados.
   Estou longe de ser perfeita, e como alguns eu erro e muito, mas quando tenho um amigo, procuro ajudar, ouvir, e geralmente, eu sou mal interpretada, não existe nada pior que a ingratidão.
       Minto, existe, gente sem escrúpulos, caráter, personalidade, amor próprio e de duas caras.


Joana D’arc Nunes de Araújo Alves Ferreira.